Formula 1 – Igreja Ass de Deus vira estacionamento

A presença do circo da Fórmula 1 em São Paulo é motivo para os comerciantes dos mais variados segmentos vislumbrarem grandes lucros. Para quem mora ou tem negócios na região de Interlagos, não é diferente. Entretanto, não são apenas hotéis, lojas e ambulantes que esperam faturar,  até mesmo uma igreja se rendeu ao grande movimento para tentar rechear seus cofres.

Assembléia de Deus aproveita período do dia sem fiéis para usar espaço privilegiado como garagem. Preço é bastante salgado: R$ 80 por veículo.

Exatamente em frente à bilheteria principal do autódromo está localizada um templo da Assembléia de Deus. Para aproveitar o local e o fluxo de pessoas na região, os evangélicos decidiram transformar o espaço do terreno sem obras em um estacionamento para os veículos dos torcedores.

Foto Atual

igreja interlargos

O preço, por sinal, não tem nada de caridade. Quem estiver interessado em deixar seu carro no local terá de desembolsar nada menos que R$ 80 por dia. Apesar de o valor ser elevado, os administradores estão satisfeitos com a procura.

– É um pouco mais caro que os outros estacionamentos, mas estamos em frente ao autódromo. Não precisa andar nada para chegar ao portão principal – disse Eduardo Passos, responsável por tentar atrair os motoristas para o local.

igreja interlargos

O preço não assusta os fanáticos pela velocidade. No treino de sexta-feira, em que o público foi pequeno, o local chegou à capacidade máxima – 14 carros. Para não perder a clientela, alguns veículos chegaram a ser colocados na parte de dentro da igreja. Bancos que servem para os fiéis sentarem foram retirados.

– A gente sempre dá um jeitinho (risos) – ressaltou Passos.

A “casa de Deus”, contudo, não será afetada. O culto de domingo é realizado apenas às 18h, pouco mais de duas horas depois do encerramento da prova.

– Até a hora do culto, tudo aqui estará organizado novamente – completou o fiel-funcionário.

Fonte: Globo Esporte / Profetico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.