Eleições 2010 – Quais os critérios para a escolha de um candidato?

Em um domingo de manhã, dia 26 de Setembro de 2010, estava para iniciar a Escola Bíblica Domínical. Olhei para a revista, um silêncio tomou conta de mim por alguns instantes, segundos depois coloquei a revista de lado e disse para a classe: “Hoje vamos mudar de tema, vamos falar de Política”. Não havia melhor ocasião para abordar o tema, estávamos exatamente a uma semana das eleições.

Na classe estavam presentes vários jovens todos cristãos, por esse motivo pensei “A maioria vai dizer que o principal critério para escolha do canditado é a sua crença”, porém com o desenrolar do bate-papo observei que esse critério nem foi citado.

Na ocasião em que Samuel foi à casa de Jessé para ungir um de seus filhos como rei de Israel vemos a preferência de Samuel para àquele que tinha melhor aparência. Nessa passagem aprendemos uma grande lição dada por Deus a Samuel:

“1º Samuel 16:7 – Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração.”

Vemos hoje muitos candidatos que utilizam o nome de Deus e a sua fé para ganhar votos, porém não podemos ter como critério principal a crença dos candidatos. Sabemos que muitas pessoas se dizem cristãs mas as suas atitudes, o seu caráter ou o seu histórico não condiz com a sua crença.

Outra onda que vemos é a de grandes líderes religiosos divulgando apoio aos seus candidados como se fossem um tipo de messias, cujo poder é suficientemente capaz, para transformar a nação, uns dizem que tal candidato é de Deus, outros que tal candidato é o mais preparado e até alguns mais exagerados como o Presidente da OMEB, Rev. Isaías Maciel afirmando que a Dilma será nos próximos anos, um tipo de apóstolo Paulo. ” – APÓSTOLO PAULO???”

 

Presidente da OMEB, Rev. Isaías Maciel afirmando que a Dilma será nos próximos anos, um tipo de apóstolo Paulo.


Renê Terra Nova diz que certos demônios saem em Nome de Jesus outros somente com o VOTO.


Serra cantando o hino “Vai dar tudo certo”


“Quais os critérios para a escolha de um candidato”

Após muito bate papo escolhemos cinco critérios para a escollha de um canditado:

1º Família

(1º Timóteo 3:5 – Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?) – Quem não consegue governar a sua própria família não consegue Governar em nenhum outro lugar!

2º Nível Intelectual e Cultural

Não estamos falando apenas de estudo acadêmico, agrega-se também conhecimento adquirido com a vida.

3º Conhecer, pesquisar o candidato

O canditado no mínimo precisa ter um bom histórico, de luta para o bem de todos, de amor ao próximo.

4º Propostas

As propostas precisam ser coerentes, real, algo que seja possível ser realizado. Por exemplo: Alguns canditados estão prometendo aumentar o salário mínimo de R$580,00 para mais de R$2.000,00.  Amigos, todos sabemos que se o salário mínimo sofrer este aumento o governo não terá de onde tirar dinheiro para pagar esse aumento para os milhões de brasileiros.

5º Conhecimento de causa na área de atuação

Vemos hoje muitos Artistas, Atores, Palhaços, Animadores, pessoas populares se candidatando. Não temos nada contra a canditatura desse pessoal, nossa preocupação é sobre o conhecimento de causa. Uma pessoa que dedicou sua vida para ser um artista conhecido é bem provável que não tem conhecimento de política e sim de artes cênicas, aulas de canto ou algo semelhante.

Vote conciente, pesquise seu candidato e não deixe que ninguém venha comprar ou influênciar a sua escolha, como cristãos procuramos àqueles que praticam a mesma fé mas sem esquecer dos critérios listados acima.

Vamos orar para que Deus continue abençoando a nossa nação e para que Deus ilumine nossos representantes no governo.

“ 1º Timóteo 2. 1-2 – Exorto, pois antes de tudo, que se façam súplicas, orações, intercessões e acções de graças por todos os homens, pelos reis, e por todos que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e sossegada, em toda piedade e honestidade”.

Fonte: Por Fabio Bmed / Profético

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.