Os dicionarios não informam

Mas disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência (Jó 28.28).

Essas são duas definições que os dicionários não trazem, pelo fato de seus autores não serem conhecedores da Palavra do Senhor. Deus colocou no interior do homem o conhecimento do que são a sabedoria e a inteligência, fato que ele não poderá negar. Sendo assim, todo aquele que escuta ao menos uma única pregação, ou lê uma declaração das Escrituras, sabe que ela é a Verdade. Ninguém, declarando inocência, será escusado no Dia do Juízo.

O melhor “pai dos burros”, como é popularmente chamado o dicionário, não traz a verdadeira definição dessas duas palavras que são de suma importância, tampouco as religiões mais eruditas dão a explicação real para essa verdade: o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência.

Quem escreve um dicionário é, normalmente, alguém culto e sempre auxiliado por uma equipe de pessoas com notório saber. No entanto, em se tratando da Verdade, se não viverem uma experiência real com a Palavra de Deus, não entenderão nada; antes, serão como aqueles que nunca tiveram contato com o mundo civilizado.

O Altíssimo implantou esse conhecimento no interior de cada pessoa. Quando ela escuta a Palavra de Deus, tal conhecimento vem à tona, e não é raro encontrar alguém dizer que parece já ter ouvido isso em algum lugar, pois as leis divinas estão impressas em nosso coração.

O Espírito de Deus dá testemunho da verdade a qualquer pessoa que entra em contato com Sua Palavra e, quando isso acontece, ela passa a viver com sabedoria e inteligência. Por isso, basta escutar a pregação do Evangelho ou ler o Livro Santo para ter a confirmação dentro de si de que aquilo é a Verdade.

O Espírito do Senhor abre o nosso entendimento, e não podemos negar que não tivemos essa confirmação interior. Então, engana-se quem acha que pode alegar inocência no dia do Juízo Final, pois, mesmo que o faça, sua consciência denunciará que, por algum motivo, ele deixou de atender à voz divina. Não haverá desculpa que ficará de pé diante do Justo Juiz.

Aquele que deseja ser vitorioso por toda a eternidade deve ser sábio – temer a Deus, respeitá-lO – e ser inteligente – e apartar-se do mal. Além da facilidade de obter sabedoria e inteligência reais, faz um grande bem tê-los e desfrutar delas.

 
Em Cristo, com amor,
Fonte: R. R. Soares / Profetico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.