10 passo para uma vida financeira equilibrada

Muitas pessoas sentem vontade e necessidade de organizar suas finanças, fazer um planejamento, mas devido a cultura que temos e a falta de entendimento Bíblico desse assunto durante toda a vida fica muito difícil saber por onde começar.

Segue na íntegra um excelente Estudo Bíblico feito pelo Pastor João da Cruz Parente que irá lhe ajudar a ter uma vida financeira equilibrada

1)- PRIORIZE O REINO DE DEUS

22) – E disse aos seus discípulos: Portanto, vos digo: não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Lucas 12. 22 e 31 (arc)

Jesus não está dizendo que é errado o cristão tomar providências para suprir suas futuras necessidades materiais (cf. 2 Co 12.14; 1 Tm 5.8).O que Ele realmente reprova aqui é a ansiedade ou a preocupação angustiosa da pessoa, revelando sua falta de fé no cuidado e no amor paternais de Deus (Ez 34.12; 1 Pe 5.7.) (bep)

31) – Buscai, antes, o REINO DE DEUS e todas essas coisas vos serão acrescentadas.

Aqueles que seguem a Cristo são conclamados a buscar acima de tudo o mais, o reino de Deus e a sua justiça. O verbo “buscar” subentende estar continuamente ocupado na busca de alguma coisa, ou fazendo um esforço vigoroso e diligente para obter algo (cf. 13.45). Cristo menciona dois objetos da nossa busca: (1) – “O Reino de Deus” – devemos buscar diligentemente a demonstração da soberania e do poder de Deus em nossa vida e em nossas reuniões. Devemos orar para que o reino de Deus se manifeste no grande poder do Espírito Santo para salvar pecadores, para destruir a influência demoníaca, para curar os enfermos e para engrandecer o nome do Senhor Jesus. (2) – “Sua justiça” – com a ajuda do Espírito Santo, devemos procurar obedecer aos mandamentos de Cristo, ter a sua justiça, permanecer separados do mundo e demonstrar o seu amor para com todos (cf. Fp 2.12,13). (bep)

2) – DÊ PRIMEIRO O QUE É DO SENHOR

9) – Honre o SENHOR com todos os seus recursos e com os PRIMEIROS frutos de todas as suas plantações;

10) – Os seus celeiros ficarão plenamente cheios, e os seus barris transbordarão de vinho. Provérbios 3. 9 e 10(nvi)

Os israelitas traziam ao Senhor Deus a primeira porção das suas colheitas, como reconhecimento de que Ele era o dono da terra (Lv 23.10; 25.23; Nm 18.12,13). Nós, também, devemos dar a Deus as primícias da nossa renda a fim de honrá-lo como Senhor da nossa vida e das nossas posses. Deste modo, Deus abrirá o caminho para derramar sobre nós as suas bênçãos (ver Ml. 3.10 nota; 2 Co 9.6 nota). ““ os que me honram honrarei “” ( 1 Sm 2.30) é a promessa de Deus a todos que contribuem para a sua obra, fiel e generosamente, com suas finanças. (bep)

3) – SEJA GENEROSO COM A OBRA DE DEUS E OS NECESSITADOS

O GENEROSO prosperará; quem dá alívio aos outros, alívio receberá. Provérbios 11.25(nvi)

Deus promete a quem dá com generosidade, receber de volta mais do que aquilo que deu. Ele abençoa os bondosos e generosos que dão dos seus recursos, ou dão de si mesmos. O NT ensina que somos mordomos dos dons de Deus e que devemos usá-los em prol da sua causa e visando o bem dos necessitados (Mt 25.26,27; ver 2 Co 8.2nota; 9.8 nota). (bep)

4) – SEJA FIEL

O FIEL será ricamente abençoado, mas quem tenta enriquecer-se depressa não ficará sem castigo. Provérbios 28.20 (nvi)

Apalavra “benção” (gr.eulogia) encerra o significado de: a) uma dádiva divina que faz prosperar o trabalho do crente (Dt 28.12); b) – a presença divina conosco (Gn 26.3); c) – a dotação de força, poder e ajuda divina (Ef.3.16; Cl 1.11); d) – Deus operando em nós e através de nós para realizar o bem (fl 2.13). No AT, o termo “benção” ocorre mais de 400 vezes. A primeira coisa que Deus fez no tocante ao homem foi abençoá-lo (Gn 1.28). e) – A benção de Deus é condicional, dependendo do seu povo, o qual opta pela benção, ao obedecer a Deus, ou pela maldição, ao desobedecer (Dt 30.15 -18; Jr 17.5,7). (bep)

5) – ANDE EM RETIDÃO

Porque o SENHOR Deus é um sol e escudo; o SENHOR dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam em RETIDÃO. Salmos 84.11(arc)

Esta promessa é especificamente feita aos crentes que sinceramente se esforçam para viver uma vida santa. O bem a que Deus se refere aqui tem a ver diretamente com o cumprimento do seu propósito para a nossa vida. Nosso dever é viver em retidão, confiando em Deus para nos conceder tudo que é bom – física e espiritualmente, temporal e eternamente (ver 34.10; Mt 6.33; 1 Co 2.9; 1 Tm 4.8) (bep)

6)- NÃO DESPERDICE

Depois que todos receberam o suficiente para comer, disse aos seus discípulos: “Ajuntem os pedaços que sobraram. Que nada seja DESPERDIÇADO.” João 6.12 (nvi).

O Senhor Jesus condena o desperdício. Muitas são as famílias que tem sido abençoada por Deus, com bons empregos e vivem em apuros financeiros, por causa do desperdício.

7)- NÃO COMPRE O QUE NÃO É ÚTIL

Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão, e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará com a mais fina refeição. Isaías 55.2(nvi)

Os que são sábios e prudentes virão a ter as coisas necessárias para a vida, ao passo que os insensatos gastam tudo quanto ganham para adquirir coisas não essenciais, visando seus prazeres. (bep)

8)- CUIDADO COM FIANÇAS

26) – Não seja como aqueles que, com um aperto de mãos, empenham-se com outros e se tornam fiadores de dívidas; 27) – Se você não tem como pagá-las, por que correr o risco de perder até a cama em que dorme? Provérbios 22. 26 e 27(nvi)

Inúmeras pessoas tem perdido parte dos seus bens, por não terem coragem de dizer um “não”, na hora em que são procuradas para avalizarem tomadores de empréstimos ou fianças.

9)- NÃO VIVA TOMANDO EMPRÉSTIMOS

O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta. Provérbios 22.7(nvi)

Hoje em dia, muitos fazem uso insensato de crédito fácil, que, freqüentemente, torna-se a desgraça deles. Deus se agrada daqueles que sabiamente usam de parcimônia nos seus gastos, e assim não contraem dívidas na tentativa de viverem acima de suas posses. (bep)

10) – TRABALHE COM ZÊLO

O preguiçoso deseja e nada consegue, mas os desejos do DILIGENTE são amplamente satisfeitos. Provérbios 13.4(nvi)

Provérbios adverte contra atitudes e comportamentos que produzem a pobreza. A preguiça é uma das causas da pobreza (10.4-5; 19.15; 20.13). (beg)

  • Bibliografia utilizada
  • Bíblia Almeida Revista e Corrigida (arc)
  • Bíblia de Estudo Pentecostal (bep)
  • Bíblia de Estudo de Genebra (beg) Bíblia Nova Versão Internacional (nvi)

Fonte: Pr. João da Cruz Parente / Profetico