O fim da arrogância e o exercício da mansidão

O diálogo abaixo é verídico, e foi travado em outubro de 1995 entre u=m navio da Marinha Norte Americana e as autoridades costeiras do Canadá, próximo ao litoral de Newfoundland. Os americanos começaram na maciota:

 

– Favor alterar seu curso 15 graus para norte para evitar colisão com nossa embarcação. Os canadenses responderam de pronto:

– Recomendo mudar o SEU curso 15 graus para sul. O americano ficou irritado:

– Aqui é o capitão de um navio da Marinha Americana. Repito, mude o SEU curso. Mas o canadense insistiu:

– Não. Mude o SEU curso atual. O negócio começou a ficar feio. O Capitão americano berrou ao microfone:

– ESTE É O PORTA-AVIÕES USS LINCOLN, O SEGUNDO MAIOR NAVIO DA FROTA AMERICANA NO ATLÂNTICO. ESTAMOS ACOMPANHADOS DE TRÊS DESTROYERS, TRÊS FRAGATAS E NUMEROSOS NAVIOS DE SUPORTE. EU EXIJO QUE VOCÊS MUDEM SEU CURSO 15 GRAUS PARA NORTE, OU ENTÃO TOMAREMOS CONTRAMEDIDAS PARA GARANTIR A SEGURANCA DO NAVIO.

E o canadense respondeu: – Aqui é um farol

– Câmbio! Às vezes a nossa arrogância nos faz cegos. Quantas vezes criticamos a ação dos outros, quantas vezes exigimos mudanças de comportamento das pessoas quando na verdade nós é que deveríamos mudar o nosso rumo…

Fernando Evangelista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.