O Propósito do Milênio

Desde a queda do homem, a humanidade clama por paz e liberdade, e este clamor será atendido. O propósito do milênio será estabelecer justiça e paz na terra, eliminando assim toda a rebelião contra o Criador, fazendo valer todas as alianças registradas nas escrituras:

– tornando Israel cabeça de todas as nações, onde ocupará todas as terras que lhe foi concedida por Deus:
– e cumprir as profecias a respeito do Messias.

Jerusalém será a sede do governo de Cristo e dela sairão as diretrizes religiosas e civis para todo o mundo, conforme registros em Isaías 2.2 e Miqueias 4.2.

O Milênio será a Sétima e última dispensação da parte de Deus concernente a humanidade, o Milênio será uma teocracia e todos os reinos do mundo estarão sob o domínio e Senhorio de Jesus Cristo Zc 14.9.

O Milênio será a “dispensação da plenitude dos tempos” segundo Efésios 1.10, significando que para esse tempo convergem todas as alianças e tempos mencionados na bíblia. Cumpri-se-a em sua íntegra o que o apostolo Paulo diz em (Filipenses 2:10) – Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, (Filipenses 2:11) – E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai. E em (Zacarias 14:9) – E o SENHOR será rei sobre toda a terra; naquele dia um será o SENHOR, e um será o seu nome.

Haverá dois grupos distintos de povos no Milênio:

a) Os crentes glorificados, consistindo dos salvos do A.T; os do N.T (A Igreja) E os oriundos da Tribulação. Sendo que os salvos no arrebatamento, em estado glorificados, não estarão limitados à terra. Seus corpos ressurretos não serão limitados pelas coisas físicas como os mortais. Serão como os anjos, nossos corpos terão acesso a terra e ao céu. Após a ressurreição, jesus em seu estado glorificado, passou quarenta dias entre o povo, comeu, bebeu, esteve entre os discípulos foi tocado por tomé, andou com os discípulos em emaús e depois desapareceu, saia e entrava de salas sem precisar abri-las.

b) Os salvos naturais em estado físico normal vivendo na terra, a saber os Judeus salvos saídos da grande tribulação, gentios poupados no julgamento das nações e o povo nascido durante o próprio milênio.

Durante o Milênio alguns sacrifícios serão restaurados, serão como memoriais em relação ao que jesus efetuou, servindo de instrução as gerações futuras, assim como a santa ceia é um memorial para a igreja.

Os Judeus possuirão toda a terra prometida, tendo seu território indo do mediterrâneo até o Eufrates (Gn 15.18; 17.8; Ex 23.31), o vasto território será divido em três faixas iguais e paralelas, uma para cada tribo de Israel sendo que a faixa central será do Príncipe (Ez. 48).

A maior parte deste território é um deserto, mas Deus fará fluir de sob o templo milenar um volumoso rio ( EZ47. 1-12), juntamente com copiosas chuvas farão florescer este deserto ( Is 35.1).

A Igreja será glorificada, o conhecimento de Deus será universal, a piedade prevalecerá.

A natureza humana será a mesma, mas devido a prisão de satanás, não haverá obstáculo espirituais, pois a incredulidade e a rebelião não será tolerada, a transgressão será corrigida imediatamente ( Is 65.20b; Zc 14.17 ; Ap 19.15),” Cetro de Ferro” esta expressão demonstra que haverá oposição a cristo, sendo portando necessária aplicação de disciplina.

A vida humana será prolongada, (Is 65.20,22 e Zc 8.4) devido ao alto índice de natalidade,(Isaías 65:20) – Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado. não haverá paralíticos nem deformados, aleijados (Is 35.5,6).

Haverá mudança no reino animal, acabando com a ferocidade dos animais, (Is 11.6-8; 65.25; Ez 34.25).

O solo será fértil, os desertos desaparecerão (Is. 30.25; Jl. 3.18).

Haverá abundancia de viveres e fartura para todos ( Jr 31.12;Is 30.23; Sl. 72.16).

Haverá alterações geológicas do relevo do solo. (Zc 2.10) no versículo 10, a tradução fiel é a ARC “ela (a terra) será exalçada”; ao passo que a versão atualizada registra “esta ( a terra) será exaltada”.

Não se trata aí de a terra ser “exaltada”, mas “exalçada”, “elevada”. Isto é, a terra será elevada, tornando-se mais alta (Is 2.2; 11.15,16).

Atos preliminares ocorrerão durante a grande tribulação como em (Ap 6.14 e 16; 12,21), durante o milênio dificilmente saberá onde ficava determinado país.

A cidade de Jerusalém celeste descerá e pairará nas alturas, sobre a jerusalém terrestre ( Is 2.2 e Mq 4.1) A gloria e o resplendor da jerusalém celeste iluminará a terrestre e seu templo ( Is 4.5; 24.23; Ez 43.2-5).

Ezequiel contemplou esta gloria, mas depois a viu voltando para o templo de jerusalém (EZ10.18). Essa manifestação será visível a partir do templo ( Ez 43.4). trata-se da gloria “Shekinah” (hebraico) que pairava sobre a arca entre os querubins da gloria, bem como sobre o tabernáculo, como coluna de fogo (Nn 9.15,16). É a mesma nuvem que desceu sobre o monte da transfiguração e envolveu o Senhor Jesus e os que lá estavam ( Mt 17.5). O Plano redentor de Deus para com os homens findará com o Milênio.

Que Deus em Cristo Jesus vos abençoe.

>

Adilau

Diácono da Assembleia de Deus

Estudante de Teologia – Linhares ES – Brasil / Profetico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.