Submissão faz a diferença

A Bíblia ensina, no livro de Efésios 5: 22, que a mulher deve ser submissa ao marido. “As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor.” Porém, em alguns relacionamentos, surgem séries de questionamentos no momento da submissão. Até que ponto deve-se ser submissa?

 

Como afirma Cristiane Cardoso no livro “Melhor do que Comprar Sapatos”, submeter-se ao marido é uma tarefa quase sempre muito difícil. “Especialmente se ele não parecer em nada com o nosso Senhor Jesus”, acrescenta.

De acordo com a escritora, um marido que não é cristão precisa que sua mulher seja cristã o bastante para que, no fim, ele próprio se torne um homem de Deus. “É preciso que ele veja algo na esposa que seja diferente do de todas as outras mulheres no mundo.”

A diferença a que a autora se refere nada tem a ver com a beleza, o amor e a amizade que a esposa oferece ao seu marido. Isso qualquer mulher pode oferecer! O diferencial está na submissão.

Cristiane Cardoso ressalta que submissão não significa que a esposa deva se submeter a ponto de se magoar, perder sua fé ou, até mesmo, destruir o próprio marido. “Deus nunca disse que as esposas devem ser tratadas como escravas e jamais depreciou os seres humanos.”

“Ele (Deus) criou a mulher para ser auxiliadora do homem. Se o seu marido a fere fisicamente, é seu dever ajudá-lo buscando conselho profissional – o que pode significar apresentá-lo à polícia se notar que sua vida está ou esteve em risco. Pode parecer que agindo desta forma o estará prejudicando, mas, na verdade, isto vai ajudá-lo a mudar”, explica a escritora.

Ela acrescenta ainda que “temos que nos submeter, mas não devemos ser tolas a ponto de destruirmos os nossos maridos ou a nossa fé em Deus. Submeta-se apenas se for para ajudar; caso contrário, sua submissão pode destruir tudo por completo”. (TA)

Agência Unipress Internacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.