Índia, Polícia prende cristãos para interromper evangelização de hindus

A agência International Christian Concern foi informada de que, no dia 1 de fevereiro, a polícia indiana prendeu 11 cristãos tribais, incluindo quatro mulheres em Thagadur, Karnataka, depois que extremistas hindus os acusaram de realizar conversões forçadas.

 

Os extremistas arrastaram os cristãos de suas casas e os agrediram antes de registrar um boletim de ocorrência. A polícia torturou os cristãos e os forçou a admitir as acusações de converter hindus ao cristianismo à força. Tais acusações são feitas para impedir quês os cristãos evangelizem os hindus.

Os cristãos foram enviados para a prisão de Madikere no dia 2 de fevereiro. Com a intervenção dos líderes cristãos, a polícia libertou os onze irmãos no dia 4 fevereiro.

Os líderes disseram que os cristãos não convertem os hindus à força. A maior parte dos cristãos em Thagadur é nativa e ganham a vida como trabalhadores em uma plantação de café.

No ano passado, o maior número de ataques contra os cristãos indianos aconteceu no Estado de Karnataka, onde ocorreram esses últimos ataques.

Tradução: Missão Portas Abertas

Fonte: International Christian Concern