Milionário infeliz resolve doar toda sua fortuna

Austríaco vende todos os seus bens e doa o dinheiro a uma instituição de caridade. Karl Rabeder é um empresário austríaco de sucesso. O homem de 47 anos conseguiu construir uma fortuna de mais de R$ 8,7 milhões e vive em uma confortável mansão nos Alpes, com um lago, sauna e uma vista espetacular das montanhas.

rabeder

No entanto, Rabeder não quer mais saber do luxo e do conforto que o dinheiro trouxe. Para o empresário, falta o ingrediente mais importante da vida: a felicidade.

Por isso, o austríaco resolver vender sua mansão nos Alpes, sua fazenda em Provence, sua coleção de seis planadores, seu Audi A8 de luxo… O milionário pos absolutamente tudo a venda.

rabeder

E todo seu dinheiro será doado para um projeto de microcrédito a pequenos empreendedores da América Latina. Rabeder não quer mais ficar com um centavo.

“Minha ideia é ficar sem nada. O dinheiro impede que a felicidade venha na nossa vida.”

“Durante muito tempo eu acreditava que mais riqueza e luxo, automaticamente significava mais felicidade”, disse ele. “Eu venho de uma família muito pobre, onde as regras eram de trabalhar mais para conseguir mais coisas materiais, e eu apliquei isso por muitos anos”, disse Rabeder.

Mas com o tempo, ele começou a ter sentimentos conflitantes.

“Mais e mais eu ouvi as palavras no meu interior:” Pare o que você está fazendo agora – todo esse luxo é do consumismo – inicie a sua vida real “, disse ele. “Tive a sensação de que eu estava trabalhando como um escravo para as coisas que eu não desejo ou que não tinha necessidade.

Tenho a sensação de que há muita gente fazendo a mesma coisa. “

O empresário vai viver em uma pequena casa de madeira nas montanhas ou em um quarto em Innsbruck.

Por muitos anos, Rabeder pensou em tomar esta atitude drástica, mas não sentia coragem. Porém, após uma viagem ao Havaí, o austríaco percebeu que teria de tomar uma atitude.

O ricaço conta que a vida cinco estrelas é fazia e falsa.

“É um estilo de vida horrível, sem alma. A gente passa o tempo todo sendo atores. Não conhecemos uma única pessoa real.”

Desde que começou a vender seus bens, Rabeder afirma que se sente livre. Mas o empresário não condena os milionários que vivem de maneira luxuosa.

“Não aconselho ninguém a seguir o meu exemplo. Eu estou apenas seguindo a voz do meu coração e da minha alma.”

Fonte: telegraph.co.uk