Verdadeira prioridade

Existe uma enorme falha em nós, nos dias de hoje. Vivemos cada dia, como se o amanhã não existisse, visando os nossos próprios interesses e buscando ter uma vida melhor, apesar de tudo o que as promessas de Deus podem nos dar. Lutamos e nos esforçamos para ter uma vida melhor: um conjuge, uma família, um negócio, uma cura… Contudo, nos esquecemos de cuidar da única parte de nossa vida que dura para sempre: a vida espiritual.

Não é errado lutar por bênçãos, afinal de contas, o Senhor Jesus nos deu o direito de sermos saudáveis, felizes e realizadas. Entretanto, estas não devem ser as prioridades de alguém que sabe discernir as coisas eternas das coisas que são temporárias. Do que adianta finalmente achar o conjuge certo se não tem a força interior para dar suporte ao casamento? Do que adianta uma pessoa ser curada e, ainda assim, ser espiritualmente doente? Do que adianta o marido voltar para casa se o que vai encontrar será aquela mesma mulher que ele suportou por dez anos ou vice-versa? Como pode um familiar querer conhecer o Senhor Jesus se a única pessoa que ele poderia tomar como exemplo vive uma vida completamente vazia?

Nossa vida espiritual determina tudo em nossa vida. Se sou nascida de Deus, vou vencer em tudo o que fizer. Mas se não sou nascida de Deus, vou lutar para conquistar e nunca estarei satisfeita, porque não tenho aquilo que preciso para manter todas as bênçãos que conquisto: Deus dentro de mim.

Há pessoas que ouvem falar sobre o novo nascimento o tempo todo, mas porque não fazem disso uma prioridade em sua vida, não o têm. A mulher sábia sabe como priorizar as coisas em sua vida, ou seja, ela sabe organizar as suas tarefas de acordo com a sua importância ou urgência. Qual é a coisa mais importante que uma mulher pode ter? Não é a sua própria vida? Então, esta deve ser a sua prioridade – antes mesmo do seu casamento, dos filhos, do trabalho, da família e da sua saúde! Não faz sentido estabelecer metas se você não tem força interior, ou seja, vida espiritual!

Maridos/Esposas partem, filhos decepcionam, empregos são perdidos, dinheiro é gasto, saúde está sempre correndo riscos e sonhos sempre existirão, mas nosso espírito viverá eternamente, seja em paz ou em tormento. Não seria esse o futuro do qual deveríamos cuidar?

O mundo nos faz cegas para a realidade da vida. Ele oferece entretenimento e prazeres além das nossas necessidades, e nos sentimos até sufocadas por causa de suas cores fortes e atraentes. É tudo uma ilusão! Todo filme a que você assiste, toda música que ouve, todo artista que você aplaude, por trás das câmeras e da forte maquiagem existe uma alma que está perdida, um espírito vazio completamente ignorante a respeito do verdadeiro sentido da vida. O que você prefere: ter uma vida de sucesso por alguns anos ou ter uma vida realizada e feliz por toda a eternidade? Você decide!

Na fé,

Cristiane Cardoso
Capítulo do livro “Melhor do que comprar sapatos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.