Cuidado com os Ímpios – Mensagem de R.R. Soares

O ímpio tira o presente do seio para perverter as veredas da justiça (Provérbio 17.23).

O ímpio não é somente o perdido, mas também alguém que se mistura ao povo da Igreja e não obedece à Palavra de Deus. Em nosso meio, há muitas dessas pessoas. Elas têm uma maneira cativante de falar, parecem-se com gente santa e vitoriosa, de modo geral, nunca ofendem, estão sempre prontas a elogiar e dar o mau conselho. Quem as escuta terá pervertidas as veredas da justiça em sua vida. O resultado disso será o fracasso, e, se não houver mudança de comportamento, virá a destruição final.

Temos o costume de chamar os pecadores de ímpios, mas eles são mais do que isso, pois ainda estão debaixo do jugo escravizador do inimigo. Não é o caso dos que alegam conhecer o Evangelho. É, portanto, por suas ações, que aquele que se diz cristão se dá a conhecer se é ou não ímpio.

Quem não respeita a Palavra de Deus é ímpio, pois não há impiedade maior do que desrespeitar o que o Senhor tem estabelecido como padrão de conduta para Seus filhos. O ímpio freqüenta as nossas reuniões, canta os nossos hinos, anota as pregações, mas nunca obedece aos preceitos divinos e não tem respeito pelos mandamentos.

Sem dúvida, podemos afirmar que há muitas dessas pessoas em nosso meio. Elas são perigosas, porque, em um momento de fraqueza, conseguem colocar, no coração dos incautos, decisões e caminhos exatamente opostos ao que o Senhor deseja. Fugir dos ímpios é uma boa decisão (Salmo 1).

A maneira cativante como falam faz com que sejam parecidos com aqueles que vivem piedosamente. Eles se apresentam como vitoriosos, quase sempre são educadíssimos e estão sempre prontos não só para elogiar, mas também para dar o mau exemplo. O pior é que, por serem, muitas vezes, bem-sucedidos, os novatos no Reino de Deus são tentados a pensar que eles servem ao Senhor e, por isso, podem viver de modo liberal, pois descobriram um meio melhor de servir a Deus e conseguir as bênçãos.

É exatamente nisso que reside o perigo. Quem pauta seu procedimento pelo exemplo que essas pessoas dão, quando abrir os olhos, verá que as veredas da justiça foram pervertidas em sua vida. Deus não terá por inocente quem se mirar nos ímpios, porque Ele determinou que olhássemos para Jesus, Autor e Consumador da fé (Hebreus 12.1,2).

O resultado de seguir os maus exemplos dos ímpios é inexoravelmente a derrota total. Pondere bem e veja qual é a sua situação enquanto é tempo (Isaías 55.6).

Em Cristo, com amor,