Perseguição ao Evangelho

De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos. 2 Coríntios 4.8-9

Perseguição ao Evangelho – Assim como o apóstolo Pedro, que negou Jesus três vezes, existem cristãos nos dias de hoje negando o evangelho, sob diferentes formas.

Em alguns lugares, como na Índia, cristãos acabam fracassando diante de um grupo violento e armado, que tem visitado casa por casa e imposto uma dura escolha: a conversão ao hinduísmo ou a morte.

Mas há também os que resistem firmes até a morte, como é o caso do pastor Mohammed, da Somália. Ele liderava uma igreja doméstica e foi morto porque se negou a entregar os nomes dos cristãos que freqüentavam a sua congregação.

Outra forma de intimidar os cristãos é retaliar um ente querido, como aconteceu esta semana em Bangladesh. Para punir uma família de ex-muçulmanos e evitar o batismo de uma senhora de 70 anos, extremistas atearam fogo nela.

Exemplos como esses da Igreja Perseguida nos levam a avaliar a nossa própria conduta cristã. Ao escondermos nossa identidade cristã, ao alimentarmos ressentimentos, maldades e práticas do mundo, também estamos negando Jesus.

Tenha uma semana de amor e de transformação em Cristo,

Tsuli Narimatsu Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.